Top Top2

  Elkipor

Nos últimos dez anos tem-se observado no Norte da Europa, em particular na Alemanha, um interesse crescente nos padrões de construção da Casa Passiva.
“Casas Passivas” são edifícios que asseguram um ambiente interior confortável no inverno sem a necessidade de um sistema de aquecimento convencional. Para permitir isto, é essencial que as cargas de aquecimento não excedam 10 W/m² do espaço útil.
Simulações e medições mostram que isto corresponde a uma necessidade anual para aquecimento de 15 kWh/(m²a).Para permitir isto, é essencial que as cargas de aquecimento não excedam 10 W/m² do espaço útil de modo a permitir o uso de um sistema de pré aquecimento do ar simples. Simulações e medições mostram que para um clima típico da Alemanha isto corresponde a uma necessidade anual para aquecimento de 15 kWh/(m²a). As casas passivas necessitam assim de aproximadamente 85% menos energia para aquecimento que uma casa construída segundo os padrões dos regulamentos dos edifícios da Alemanha.
Em Portugal, as necessidades globais de energia primária -arrefecimento e aquecimento ambiente, água quente sanitária - expressa em kgep/m2.ano terão de ser inferiores ao valor definido por uma expressão estabelecida a partir de dados estatísticos


Para atingir o padrão actual da Casa Passiva, as casas incorporam quatro princípios gerais, aqui brevemente explicados:

  • Uma envolvente muito isolada. As paredes do edifício tem um coeficiente U (coeficiente de transmissão térmica) menor ou igual a 0.15 W/m²K, o que equivale normalmente um isolamento de 20–40 cm
  • Eliminação das pontes térmicas. Através da aplicação correcta do isolamento, a transmissão térmica linear é reduzida para menos de 0.01 W/mK (dimensões exteriores)
  • Uma envolvente do edifício estanque. A renovação do ar é inferior a 0.6 Volumes/hora a 50 Pa
  • Ventilação mecânica forçada com recuperação de calor.

As Casas Passivas têm uma insuflação de ar fresco continuo, optimizado para assegurar o conforto dos ocupantes. O fluxo é regulado para fornecer precisamente a quantidade necessária para que a qualidade do ar interior seja excelente. Um recuperador de calor com alto rendimento (eficiência > 80%) é usado para transferir o calor do ar extraído do interior para o ar fresco insuflado. Os dois fluxos de ar não se misturam. Em dias particularmente frios, se necessário, o ar insuflado pode ter um aquecimento suplementar. Um ar pré-aquecido num sistema de transferência de calor do subsolo poderá ser adicionado, o que irá reduzir a necessidade de ar suplementar aquecido.

Visite o nosso site neerlandês www.casacalido.eu

 

 


 

 

Noticias
28.05.2010 - Apresentação de Novo Conceito de Instalação
04.06.2010 -Workshop Elkipor SX
18.06.2010 -Apresentação de Novo Conceito de Instalação
25.06.2010 -Apresentação de Novo Conceito de Instalação
02.07.2010 -Workshop Elkipor SX
24.09.2010 -Workshop Elkipor SX
 

 

 

 

© Elkipor - Desenvolvimento Web: Sandra Rosa